agosto 31, 2008

bem me quer, mal me quer...


Recentemente li um texto de Danuza Leao na folha de sao paulo onde ela fala sobre poder do amor e da paixão sobre as pessoas. Ela afirma que quem ama não mata mas "costuma fazer desaparecer a pessoa que conheceu e por quem se apaixonou". Ao longo das linhas, esclarece a importancia de não se anular nem anular a pessoa que esta ao seu lado.
Aquele casal de namorados que antes se divertiam, quando casam desaparecem. O homem nao permite que sua, agora, esposa use as roupas de costume, saias, tops, os mesmos que ele a via usar quando namorados, e adorava. Ela por sua vez, não permite que ele sequer olhe para os lados, saia com amigos e pede para que manere na bebida.
É como se a aliança na mão esquerda, tenha o poder de mudar por completo as pessoas.
Talvez seja por isso que os casamentos entram na rotina, ficam sem graça, que o amor perca o tamanho e a força de quando se conheceram.
Pode até não ser o único motivo, mas certamente contribui para o desgaste de um matrimônio.
Enfim, até acredito que isso aconteça, contudo, vejo a paixão e o amor, como fenômenos distintos e que nem sempre andam juntos. Alias, para mim, eles nem combinam.
Enquanto o amor liberta, a paixão aprisiona. O amor cuida e enxerga longe, a paixão, sega.
Quem ama até se anula, esquece de si e se dedica ao outro por inteiro, a paixão, domina e se apossa.
E você?
Quer um amor ou uma paixão?

agosto 30, 2008

A certeza de que Deus existe e é o dono disso tudo.


Navegar pelo Canion de Xingó, é ter uma experiência única e insquecível. O contato tão direto com a natureza nos remete a importância de preservá-la.
Apesar do medo, de nao saber nadar, algo me impulsionou a entrar naquele pequeno barco e nagevar pelas águas mais claras e limpas que conheci com uma profundidade de 50m. A beleza do lugar é convidativa e hipnótica.

agosto 29, 2008

Por maior que seja a escuridão, ela sempre será quebrada por um foco de luz.
Nem tudo é só fachada

O milagre doce da vida.
Essa barriga é de uma amiga que teve a felicidade de ser mãe este mês. Sua filha, carinhosamente chamada de MALU, escondida ai dentro, veio pra trazer felicidades e selar a união de um casal maravilhoso. Duas pessoas que superaram muitos obstaculos para estarem juntos e assim permanecerem até hoje.
Por isso quero prestar esta simples homenagem a esse casal, Tata e Neto, e aproveitar para desejar muitas felicidades e uma vida doce diante do desafio de ser pai e mãe.

Esse é meu sobrinho mais novo

video

Um menino de tres anos e muita esperteza.
Dentre tantas capacidades, o ser humano também tem o poder de adptação. No início o espanto de ver o novo, de sentir novos sabores e respirar outros ares assutam.
Os olhos estranham a nova paisagem e o estilo de vida diferente choca o coração. Com animo e entusiasmo, faço o possível para dar certo, para acertar o passo.
E como a água, em sua compisição líquida, tento me adequar ao momento sem me anular por inteiro. Conforme o tempo passa, a saudade ainda embrionária vai crescendo e criando forma. A forma do coração.
E para não atrapalhar o processo de adaptação, tenho que esquecer a dor da saudade, ja que saudade não se esquece se sente.
Mas, na esperança de que tudo vai da certo, continuo andando, com passos firmes e com o mesmo cuidado de não pisar em falso.